Arquivo do mês: maio 2014

Peixinho Patriota (infantil)

Na imensidão do mar os peixinhos nadavam em diferentes posições.  Esquerda, direita, para frente e para trás… Harmoniosamente como uma orquestra natural os peixinhos se cumprimentavam felizes. E cada qual ia em busca do alimento. Enquanto  os peixes se moviam … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

“Desmonte” literário no MEC… (informativo)

          ( Elisabeth  – Comunicação na Bahia-2011 / Paraíba-2012) Após anos de estudos, ensino e persistência a professora e escritora Elisabeth Amorim ganha uma matéria assinada pela jornalista Fátima Schenini/MEC sobre o trabalho de desmontar a literatura em sala de … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

A arte de sedução ( poesia)

Finjo que não te vejo Você finge não me querer. Evito olhar para você e… Saio intempestivamente, Enquanto você permanece fechado, triste! No caminho volto a pensar em ti Aquela sua história não me sai da cabeça Como quero dá … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Literatura desmontada no II Seminário de Educação e Tecnologia

                     (foto: E. Amorim)                               (foto: Claudionor Jr. Ascom\Educação No último dia 14 a escritora e professora Elisabeth Silva Almeida Amorim apresentou no auditório do Instituto Anísio Teixeira (IAT) em Salvador, BA uma proposta que … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 6 Comentários

MÃE É DIARISTA! ( Mensagem)

                                                               ( Vladimir Volegov, Mãe e filho) Dias das Mães! … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário

A POESIA e o LEITOR combatendo o preconceito racial

A  obra de Afonso Romano Sant’Anna cujo título é “O LEITOR E A POESIA” consegue alcançar o mais profundo sentimento para definir   uma poesia, e em poucos versos o poeta diz: “Poesia / Não é o que o autor nomeia/ … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

CORAÇÃO CIGANO (conto)

                                               (Leila Ullmann, Dança cigana) Nem  bem  terminara de nascer, Tamara já havia sido prometida. Tamara se casará com o filho de meu grande amigo Alfredo_ dissera logo seu pai, um grande líder daquela comunidade que não aceitava ser contrariado. … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário