Arquivo do mês: fevereiro 2015

Baiana do Acarajé ( Série Mulher Baiana 1.5)

 Seu nome era Carmen. Poderia ser Rita, Maria, Ana,  Amélia, Quitéria, Patrícia, Elisabeth, Joana ou Dulce como tantas outras mulheres que nasceram na Bahia.   Mãe, mulher, esposa, tia, irmã, prima, filha, amiga, vizinha, professora,  aluna como outra qualquer. Tantos status … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

O Escolhido (mensagem autoajuda)

 Quantas vezes sentimos tristes por que achamos injustas as escolhas  da vida?   Geralmente não entendemos os critérios de seleção e sempre nos colocamos quando não fomos  os escolhidos, numa condição de vítimas, rejeitados, injustiçados. Mesmo porque essa condição de … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Quinto Causo Iaçuense ( lenda do Cadeirudo)

Caro leitor,   Não se assuste  com mais esse causo dessa cidadezinha do interior da Bahia onde as histórias fluem de montão.  Pode parecer engraçado talvez, mas que esse tal “Cadeirudo” já rondou pelas bandas de cá, isso já.  Será … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

A sereia triste (conto)

Sereia todas as manhãs sentava numa pedra e entoava o seu lindo canto. Os navegantes ao ouvi-la tentavam capturá-la mas ela mergulhava, deixando-os com o benefício da dúvida. E voltava feliz para o fundo do mar. De vez em quando … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Outro pai contra mãe (resenha do conto de Aleilton Fonseca)

* FONSECA, Aleilton. Outro pai contra mãe. In: FERNANDES, Rinaldo de. (org.) Capitu mandou flores: contos de Machado de Assis nos cem anos de sua morte. São Paulo: Geração Editorial, 2008. p 215-225. * * * * Aleilton Santana da … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Amor de carnaval (conto)

* Tudo parecia tranquilo, equilibrado. Eis que surge Jana na vida pacata de Pedro, um solteirão convicto. Como uma fada Jana adivinhava os seus desejos e  realizava-os.  Pedrão se viu apaixonado. Queria gritar para o mundo a sua paixão… Jana  … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Promessa de carnaval ( conto)

* Lá em casa se tinha uma festa esperada por todos era o Carnaval. Eu, no frescor dos 10 anos entendia muito pouco daquela festa. Morávamos em um casebre num local ermo, a diversão era olhar os pássaros, fazer bichos … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário