Arquivo do autor:toquepoetico

A primavera chegou!

Que a primavera não seja apenas um período em nossa vida, pois todos os dias as flores nascem,  crescem, embelezam, murcham,  morrem… Muitas  nem notamos,  talvez, porque elas não nasceram ainda em nós… Não as cativamos. Primavera é considerada a … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário

Adeus, meu sertão! (cordel)

Jailton  Carvalho, 3 AM/CELF, 2017.  * Lá no meu sertão Vivia um pobre homem Que só alimentava tristeza No seu puro coração Morava num barraco de varas Mais parecia mais um cão. II Numa noite obscura Saiu para  caçar Mas … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário

Meu fiel companheiro (crônica)

  Não vou cometer a insensatez de dizer que Max era o meu melhor amigo. Isso, jamais! Meu melhor amigo não late, nem morde, e nunca irá me abandonar, pois sabe que o amor é reciproco. Mas posso dizer sim, … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Sem cronologia…(homenagem póstuma)

Quando a vida coloca a nossa frente um ponto final, o que resta  dizer ou escrever? Por que não deste mais uma chance? Por que não trocaste esse ponto pelas reticências? Por quê? Mas a vida é como uma obra … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 6 Comentários

Olhos no retrovisor ( livro)

”  (…) Como você olha para a educação e como ela te enxerga: O que a escola ensina e o que você aprende? Talvez a questão mais relevante: como você se forma e o que faz para se transformar e … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 5 Comentários

ADESI organiza desfile cívico em Iaçu!

A Associação de Desenvolvimento de Esporte de Iaçu (ADESI) fez bonito nesse 7 de setembro. Para comemorar os 195 anos de Independência do Brasil  a ADESI organizou o desfile cívico e a pequenina cidade baiana ganhou esse presente. Para tal … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Mulheres arretadas (cordel)

Há quem diga nesse mundo Que mulher é bicho frágil Mas se for olhar bem no fundo Espie só que diacho Mais valente que muito homem Já suportou até a fome E todo tipo de trabalho.   Da nordestina eu … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário